Uma mulher branca, de cabelos ruivos compridos e olhos azuis está deitada em uma cama com as mãos apoiadas no rosto e uma expressão pensativa.

10 coisas que fazem a mulher brochar no sexo

Descubra os principais motivos por trás da perda do tesão, da lubrificação vaginal e da ereção do clitóris (sim, ele fica ereto!)

Por Théa Murta

Quando a gente ouve a expressão “brochar”, logo associamos a um pênis que não conseguiu ter ou manter uma ereção. Mas você sabia que todas as pessoas com vulva ficam com o clitóris ereto quando estão excitadas? Além disso, “brochada” também se aplica aos momentos em que alguém perde o tesão e a vontade de começar ou continuar o sexo – por diferentes motivos. Então, sim, mulher brocha!

Na minha prática clínica como psicóloga e sexóloga, ouço os porquês de muitas mulheres cis heterossexuais evitarem, desanimarem ou desistirem da relação sexual. Entender como elas se sentem é fundamental para interromper esses gatilhos negativos, responsáveis por atrapalhar o prazer sexual. Por isso, fiz a lista a seguir.

O que leva à brochada feminina*?

  1. Iniciativa abrupta e deslocada. É a passada de mão na bunda ou nos seios da mulher que está assistindo tv ou lavando louça, a “encoxada” enquanto ela cozinha... Essa aproximação rápida só funciona nos filmes pornôs. Muitas se sentem invadidas, apenas objetos. Estimular o desejo no dia a dia e criar contexto é fundamental.
  1. Pular ou minimizar as preliminares. Elas são essenciais para as pessoas com vulva: a vagina demora mais para “ficar pronta” (relaxar e lubrificar); o órgão de prazer das mulheres cis é o clitóris (externo!). Existem muitas possibilidades de gerar excitação e prazer no corpo todo.
  1. Cuspe como lubrificante. O ato em si pode gerar asco e não é eficaz para o que se propõe porque seca rápido. Escolha entre os géis, lubrificantes e cosméticos sensuais desenvolvidos exclusivamente para isso.
  1. Estimular o clitóris de qualquer jeito. São cerca de 8 mil terminações nervosas: assim como ele é sensível e proporciona muito prazer, o toque pode incomodar e machucar. Muita calma e cuidado, ok?
  1. Falta de higiene. A cobrança sobre como a mulher deve se preparar e se portar no sexo é grande, mas muitas vezes os homens são os que menos se preocupam com isso. Que tal tomar um banho e lavar direito o pênis antes?
  1. Sexo focado na penetração. Como se fosse a única maneira de transar e sentir prazer, sem explorar todo o resto – outras zonas erógenas e estimulações sexuais.
  1. Não perguntar as preferências da mulher. Achar que sabe de tudo, sem dar espaço ou se preocupar com o que ela realmente gosta no sexo. É superimportante entender que cada pessoa sente prazer de uma forma.
  1. Sexo performático. Mais uma reprodução da pornografia: mais voltado para troca de posições sexuais do que para a experiência sensorial e o prazer mútuo.
  1. Ser acordada no meio da noite para transar. Muitas mulheres se sentem objetos, invadidas pelo desejo do parceiro que quer se satisfazer sexualmente.
  1. Recusar o uso da camisinha, mesmo após pedidos insistentes da parceira. Neste caso, além de brochante, trata-se de uma violência contra a mulher.

Óbvio que existem outros motivos para as mulheres brocharem. Talvez você tenha se identificado com alguns dessa lista e queira incluir outros tantos. Cada pessoa vai para o sexo com a sua história de vida, suas fantasias, suas crenças, sua autoimagem corporal, suas preferências, seus limites... O que te brocha pode até ser muito excitante para a sua amiga, entende? Identificar os seus estraga-prazeres e conversar sobre eles com a sua parceria é que podem efetivamente reduzir os episódios brochantes.

 

*Foto: Pexels

Voltar para o blog

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.