Um homem negro e uma mulher oriental estão sentados em um sofá, de costas um para o outro. Ele está com os olhos fechados e ela, com uma expressão triste.

Sinais de infidelidade: como descobrir uma traição?

Terapeutas sexuais apontam cinco indícios comuns de que uma pessoa comprometida está saindo com outra(s)...

Por Café com Pimenta 

Em um relacionamento, ninguém está imune à infidelidade. A única vacina seria estar só. Uma traição pode acontecer a despeito do gênero e da idade do casal, do tempo ou da estabilidade da relação, de acordos monogâmicos ou não. O amor não nos dá garantia vitalícia de exclusividade e (ainda que seja difícil admitir) não controlamos o desejo da pessoa que amamos. Essas constatações, por si só, podem ser bastante sofridas. Imagine encontrar pistas da existência de amante(s)...

*Leia mais: O que leva uma pessoa a trair?

Quando alguém começa a desconfiar que está sendo traída pela parceria, costuma experimentar a própria perplexidade: “Será um pressentimento ou coisa da minha cabeça?”.

Surgem uma série de dúvidas sobre o comportamento de quem está supostamente “pulando a cerca”. Suspeitas e interpretações podem - ou não! - ser verdadeiras. Então, se você desconfia da fidelidade da sua parceria, primeiro pare e reflita com calma sobre as seguintes questões:      

  • Quais fatos objetivos você tem para duvidar da sua parceria? 
  • Você notou alguma mudança significativa no relacionamento de vocês? A partir de qual momento?
  • O que você pode fazer para sanar esta dúvida?

Viver desconfiando da parceria e em uma obsessão pelo assunto “infidelidade” não é nada saudável. Porém, fechar os olhos às evidências e negar o óbvio, também não. A seguir, compartilhamos cinco comportamentos que podem ser indícios de traição – embora não sejam uma regra.

  1. Distanciamento emocional ou excesso de romantismo 

A infidelidade pode levar à distância emocional e à falta de interesse sexual, projetos em comum, atividades rotineiras de casal e da interação afetiva. Ou a pessoa infiel pode fazer o movimento ao contrário e de forma exagerada: dar muitos presentes, dedicar bastante atenção e preocupação com o bem-estar da parceria, manter a vida sexual sempre ativa. Tudo para não levantar suspeitas.

  1. Mais tempo dedicado ao celular e às redes sociais

Esse é um dos primeiros sinais. Preste atenção se a parceria começou a levar os aparelhos para momentos e lugares em que não estavam presentes, a colocar senhas de bloqueio que antes não existiam, deletar conversas no inbox das redes sociais e o histórico de navegação, atender determinadas ligações distante de você – e dar desculpas diferentes quando questionada.

  1. Mudança significativa de horários

Se a sua parceria começa a trabalhar mais horas que o habitual, a fazer atividades extras e viagens de trabalho que antes não existiam... pode ser simplesmente indício de progressão no trabalho. Mas se o ramal nunca atende depois do expediente (quando a pessoa diz que ainda está no escritório) e o celular está sempre desligado, melhor abrir os olhos.

  1. Reações negativas a demonstrações de afeto

Sua parceria começa a reagir de forma inesperada a surpresas românticas, declarações de amor e gestos de carinho, especialmente com respostas negativas ou de tristeza e até com uma certa agressividade quando acontecem em público ou nas redes sociais. Uma das justificativas que a pessoa infiel dá para amantes é de que “o relacionamento está num péssimo momento”. As demonstrações de afeto colocam em cheque esse tipo de argumento.

  1. Maior preocupação com a imagem

Você percebe que a parceria começa a ter mais preocupação com a aparência (de roupas a perfumes) e inicia ou intensifica atividades físicas. Mas essa explosão na autoestima é quase um comportamento narcísico, não algo voltado para também seduzir ou agradar a parceria.

Esses cinco sinais de traição são importantes ferramentas para você também se conhecer melhor, avaliando como lida com essas mudanças da parceria e como comunica ou não seus sentimentos. O diálogo franco e aberto sempre é a atitude mais recomendada, não somente diante de suspeitas de infidelidade, mas para o casal enfrentar quaisquer diferenças na convivência.

*Leia mais: Como superar uma traição e confiar de novo?

Em caso de suspeita ou comprovação de traição, vale buscar atendimento psicológico especializado em terapia de casal. Somos profissionais preparades para ajudar o casal a construir um lugar seguro de conversa, entender o que levou a parceria a ser infiel, se isso tem a ver com uma fase/momento, se o comportamento foi presente em outras relações e faz parte da personalidade etc.

 

*Foto: Pexels / Rodnae Productions

Voltar para o blog

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.